Jazz no Espaço Escandinavo: "Mattias Nilsson convida Ana Caram & Samuel Pompeo"

15fev19:30Jazz no Espaço Escandinavo: "Mattias Nilsson convida Ana Caram & Samuel Pompeo"

Detalhes do evento

Um encontro emocionante onde o jazz e o folk sueco se misturam ao choro e à bossa nova brasileira.

– Mattias Nilsson

Um concerto único, onde o mundialmente conhecido pianista sueco, Mattias Nilsson, encontra os músicos brasileiros Ana Caram e Samuel Pompeo.

Será uma noite emocionante, durante qual o jazz e o folk sueco se misturam ao choro e à bossa nova brasileira com a ajuda da maravilhosa acústica da capela no Espaço Escandinavo!

Valor do ingresso: R$ 60,00 por adulto
Antes do evento será oferecido um drink de boas-vindas.

Mattias Nilsson – Piano

Como pianista e compositor, Mattias Nilsson combina a nossa linguagem tonal nórdica com influências da música clássica, folk e jazz. Através das suas improvisações e de um toque muito caloroso e pessoal, torna-se numa expressão única e numa paisagem musical com tonalidades de cor completamente novas; uma melancolia nórdica esperançosa e brilhante. A estreia solo de Mattia, Dreams Of Belonging, lançada em 2016, representa o ponto alto de uma longa jornada e a descoberta de sua própria voz combinada com o amor pela música sueca. O álbum recebeu críticas elogiosas da imprensa sueca e internacional e foi seguido por concertos solo na França, Suécia e Grã-Bretanha. A revista nórdica Salt Peanuts escreveu “…alguns podem querer colocá-lo entre os pianistas suecos que seguiram Jan Johansson, mas Nilsson é muito mais do que isso.”

Mattias tocou com muitas estrelas internacionais do jazz, como Butch Miles, Janis Siegel, Sharón Clark, Benny Benack III, Sébastien Charlier, Mads Vinding, Bo Stief, Jesper Thilo, Svante Thuresson, Rigmor Gustafsson e Peter Asplund, para citar alguns.
Mattias faz parte da longa tradição de pianistas inovadores da Suécia como Jan Johansson, Nils Lindberg e Bengt Hallberg nos anos 60 e, mais recentemente, Bobo Stenson, Esbjörn Svensson, Jan Lundgren e Jacob Karlzon. “Quer as tonalidades vaguem no tom folclórico sueco, na música clássica, no pop, no hino ou no jazz, ele é brilhante e elegante e, não menos importante, sensível tanto no toque quanto no fraseado.” (Dan Backman – Orkester Journal)

www.mattiasnilsson.com

Ana Caram – guitarra e voz

Ana Caram é uma dessas artistas completas que aparecem raras vezes no Brasil e brilham no mundo todo. Dona de uma voz cristalina e afinadíssima, encantou o maestro Tom Jobim e  Paquito D´Rivera. Compositora premiada em festivais interpretando suas próprias músicas, Ana também é uma excelente multiinstrumentista que além de violão toca flauta transversal e percussão.
Ana Caram inicia uma brilhante carreira internacional sendo destaque no New York Times como um dos pontos altos do JVC Jazz Festival no Carnegie Hall de Nova York e é contratada para gravar nos Estados Unidos pela Chesky Records.

O seu primeiro disco gravado lá, o “Rio After Dark”, tem a participação do Maestro Tom Jobim que, anos antes, ao escutar Ana no Rio ficou surpreso com a beleza da sua voz e sua qualidade musical incentivando-a a seguir carreira internacional e mostrar seu talento ao mundo. Por isso não é de estranhar que o maestro, anos depois, ao encontrar em Nova York a “filha do deserto” (como costumava chamá-la pela sua descendência árabe), aceitasse gravar com ela duas músicas do seu primeiro disco que também trouxe canções de Djavan, Ivan Lins e da própria Ana. Este trabalho foi aclamado mundialmente e indicado como Disco do Ano, no Japão.

O resto da sua carreira é história. Depois do primeiro disco ainda gravou outros oito trabalhos pela Chesky Records entre os quais um teve direção musical de  Sergio Assad e outro produção de Nelson Motta. Se apresentou nos mais famosos palcos do mundo incluindo o Blue Note de Nova York e Tokio, o Sea Jazz Festival da Finlandia e com grandes músicos do Jazz como Al Jarreau, Stanley Clarke, George Duque e Gato Barbieri, e em países como Inglaterra, Holanda, China, Singapura, Tailandia, Angola,Russia, Alemanha, Belgica, Luxemburgo, Suiça, Espanha e Taiwan.
Todos os trabalhos de Ana Caram receberam excelentes críticas dos maiores jornais e revistas do mundo do jazz, tais como, Dow Beat, Billboard, Jazz Times, Stereophile, entre outras. No ano do lançamento de seu álbum Sunflower Time, gravado em São Paulo e em Londres, Ana Caram foi a artista brasileira que mais vendeu discos no Japão, inclusive foi presenteada pela diretoria da Yamaha com violões personalisados, sendo um deles com seu nome escrito em madreperola no braço, destaque no catálogo musical da marca.
Depois da sua última turné internacional no primeiro semestre de 2023 Ana Caram decide iniciar uma nova fase na sua carreira artística que é marcada por duas orientações fundamentais que refletem sua missão de vida; a primeira que é focar sua carreira no país com toda sua experiencia, talento e qualidade artística para o enriquecimento musical do Brasil e a segunda, contribuir para o desenvolvimento dos valores que fazem a diferença numa sociedade por isso o slogan: “ Amor, Esperança, Alegria e Paz” define os sentimentos e valores que orientam a produção dos seus shows nesta nova etapa da sua carreira.

…e tem mais, no começo de 2024 está saindo seu mais novo trabalho gravado e produzido integralmente no Brasil em que o som leve e dançante alegra a alma e traz paz ao coração.
är bl.a känd för sina internationella samarbeten med storheter som Stan Getz, Toots Thielemans, Art Farmer, George Coleman, Anita O’day m.fl. men han är även flitigt anlitad i Sverige och har samarbetat med bl.a Putte Wickman, Svante Thuresson, Sonya Hedenbratt, Ulf Wakenius, Lars Jansson, Bohuslän Big Band m.fl.

www.anacaramsinger.com

Samuel Pompeo – saxofones

Samuel Pompeo, renomado saxofonista, arranjador e compositor brasileiro, é uma figura proeminente na cena musical instrumental do Brasil. Ele colaborou com artistas renomados da música nacional e internacional, como Gilberto Gil, Jon Anderson (Yes), Alice Cooper, Fito Paes, Toquinho, Ivan Lins, Daniel e Gal Costa. Além disso, participou de concertos ao lado de nomes importantes do jazz, como Banda Mantiqueira, Tad Nash, Ohad Talmor, Gilson Peranzzetta, Ryan Keberle e Woody Witt. Como educador musical, ministra aulas em workshops e masterclasses no Brasil e no exterior, é professor na Escola Municipal de Música de São Paulo e no festival “Fiato Al Brasile” na Itália.

Atualmente, realiza seu doutorado em música pela UNESP em colaboração com a Universidade de Aveiro, explorando um percurso acadêmico desafiador. Além de liderar o Samuel Pompeo Quinteto, que ressalta sua expressão artística única, ele também é membro ativo na Soundscape Big Band e na Mark Lambert Big Band.

www.samuelpompeo.com

Horário

(Quinta-feira) 19:30(GMT-03:00)

Local

Espaço Escandinavo

Rua Job Lane, 1030

4 comentários

  1. Sérgio Freire Filho em 07/02/2024 às 12:27

    Sou morador do bairro e não conhecia a trabalho de vcs. Parabéns pela iniciativa.

    • peter em 13/02/2024 às 18:17

      Muito obrigado, Sérgio! Esperamos encontrá-lo na quinta-feira e em outros eventos futuros!

  2. Olivia Melles em 15/02/2024 às 13:35

    Eu assisti um show do Mattias e Ana Caram na Dinamarca!!! Memorável! Maravilhoso! Excelentes músicos!

    • peter em 15/02/2024 às 14:50

      Que legal! Esperamos poder encontrá-la hoje a noite então!

Deixe um Comentário